Perder peso rápido, vale a pena?

O aumento no número de restaurantes fast food que têm muita gordura saturada nas refeições, o uso de muito açúcar refinado nos refrigerantes e outros alimentos processados, somados ao consumo de alimentos com menos fibra contribuem para o aumento da obesidade.

Um monte de outros fatores faz com que isso aconteça, como genética, comer demais e também a idade das pessoas. O metabolismo desacelera tornando mais difícil do que antes a queima de calorias e gordura localizada.

A taxa de perda de peso é proporcional à forma como ele é adquirido. Perder peso rapidamente não é aconselhável, uma vez que deixa a pessoa com muita flacidez e a única maneira de se livrar disso é realizando uma cirurgia estética. A perda de peso depende da condição da pessoa que inclui peso, saúde, ingestão de calorias, idade, sexo, estilo de vida, nível de estresse e rotina.

Ter excesso de peso não faz necessariamente uma pessoa ser doente. Isso simplesmente deixa a pessoa um pouco fora de forma, o que pode acarretar outros tipos de doenças por morbidez.

Verdadeiramente não há solução rápida para a perda de peso

Nutricionistas e outros especialistas em saúde dirão que a melhor maneira de uma pessoa perder peso é com a prática adequada de exercícios. Começar uma dieta de baixa caloria também é importante. A primeira coisa que uma pessoa precisa fazer é escolher um programa de dieta projetado por um nutricionista ou outro profissional de saúde (o que elas nunca fazem).

O paciente tem que ser avaliado antes de qualquer programa ser desenvolvido. O programa geralmente consiste em um plano de alimentação e um programa de exercícios que não requerem o uso de suplementos, ou que necessite de equipamentos caros de fitness.

O melhor plano de exercício deve ter exercícios cardiovasculares e de musculação. Isso ajuda a queimar calorias e aumenta a relação músculo-gordura que acelerará o metabolismo e a perda de peso.

Uma boa dieta deve ter comida de todos os grupos de alimentos

E ponto. Qualquer dieta que corte algum grupo de alimentos trará problemas de saúde a médio e longo prazo. Assim é importante consumir carboidratos. A refeição normal de um adulto precisa conter vitaminas, minerais e fibras. Muito disso pode vir de aveia, arroz, batatas e cereais.

Incluindo vegetais e frutas, o corpo fica suprido de fitoquímicos, enzimas e micronutrientes que são essenciais para uma dieta saudável.

É preciso comer gorduras também. Ela pode vir de fontes mono e poli saturadas de alimentos, ao invés das gorduras animais. Uma vez que a gordura contém mais do dobro do número de calorias dos alimentos, ela deve ser consumida moderadamente.

Todos os planos de dieta são projetados para induzir o consumo reduzido de calorias, mas isso não quer dizer que a pessoa tenha que passar fome.

Significa apenas que uma alimentação inteligente é aquela que prioriza alimentos com menor quantidade de calorias. Isso torna possível a perda de peso sem a necessidade de passar fome.

Por isso, se você quer mesmo perder peso é importante consultar um nutricionista regularmente e ver o que funciona melhor para seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *